Continua após a publicidade..
Culinária Internacional

3 Receitas Clássicas da Culinária Mediterrânea

A culinária mediterrânea é uma das mais apreciadas e saudáveis do mundo, pois combina ingredientes frescos, naturais e saborosos, que fazem bem para o corpo e para a mente. Neste artigo, você vai aprender a preparar três receitas clássicas dessa cozinha, que vão surpreender o seu paladar e o dos seus convidados. São elas: gazpacho, paella e moussaka. Vamos lá?

Continua após a publicidade..

O que é a culinária mediterrânea?

A culinária mediterrânea é o conjunto de pratos, técnicas e tradições gastronômicas dos países que fazem parte da bacia do Mar Mediterrâneo, como Espanha, Itália, Grécia, França, Marrocos, Turquia, entre outros. Essa culinária é muito diversa e rica em sabores, aromas e cores, pois reflete a história e a cultura desses povos.

A base da culinária mediterrânea é o consumo de alimentos de origem vegetal, como frutas, legumes, verduras, cereais, grãos, nozes e sementes. O azeite de oliva é o principal tipo de gordura utilizado, tanto para cozinhar quanto para temperar os pratos. O peixe e o fruto do mar também são muito consumidos, assim como o queijo, o iogurte e os ovos. A carne vermelha é usada com moderação, assim como o sal e o açúcar. O vinho é uma bebida típica da região, mas deve ser ingerido com equilíbrio.

A culinária mediterrânea é considerada uma das mais saudáveis do mundo, pois traz diversos benefícios para a saúde, como prevenção de doenças cardiovasculares, controle do colesterol, melhora da digestão, fortalecimento do sistema imunológico, entre outros. Além disso, essa culinária valoriza o prazer de comer bem, de forma variada e equilibrada, respeitando os ingredientes da estação e as preferências de cada um.

Como fazer gazpacho?

O gazpacho é uma sopa fria de origem espanhola, típica da culinária mediterrânea, muito refrescante e nutritiva. É feita com tomates maduros, pepino, pimentão, cebola, alho, pão amanhecido, azeite de oliva, vinagre e sal. É um prato ideal para os dias quentes de verão, pois hidrata e sacia.

Para fazer gazpacho, você vai precisar dos seguintes ingredientes:

Continua após a publicidade..
  • 1 kg de tomates maduros
  • 1 pepino médio
  • 1 pimentão verde
  • 1 cebola pequena
  • 2 dentes de alho
  • 2 fatias de pão amanhecido
  • 4 colheres (sopa) de azeite de oliva
  • 2 colheres (sopa) de vinagre
  • Sal a gosto
  • Água gelada se necessário

O modo de preparo é simples:

  • Lave bem os tomates e corte-os em pedaços. Descasque o pepino e corte-o em pedaços também. Faça o mesmo com o pimentão verde, retirando as sementes. Descasque a cebola e os dentes de alho e pique-os grosseiramente.
  • Coloque todos os ingredientes no liquidificador ou no processador de alimentos e bata até obter uma mistura homogênea. Se ficar muito espessa, adicione um pouco de água gelada até atingir a consistência desejada.
  • Tempere com sal a gosto e leve à geladeira por pelo menos duas horas antes de servir.
  • Sirva o gazpacho em tigelas ou copos individuais, acompanhado de croutons ou pedaços de pão torrado.

Como surgiu o gazpacho?

O gazpacho é um prato muito antigo, que remonta à época dos romanos. Naquela época, os camponeses levavam para o campo um pão duro chamado “gazpachuelo”, que era molhado em água com vinagre e sal para amolecer. Eles também levavam alguns vegetais frescos, como tomates, pepinos e cebolas, que eram picados e misturados ao pão. Assim, eles faziam uma refeição simples, mas nutritiva e refrescante.

Continua após a publicidade..

Com o passar do tempo, o gazpacho foi se modificando e ganhando novos ingredientes, como o azeite de oliva, o alho e o pimentão. Hoje em dia, existem diversas variações do gazpacho, como o gazpacho andaluz, o gazpacho de melão, o gazpacho de morango, entre outros.

O que acompanha o gazpacho?

O gazpacho é um prato que pode ser servido como entrada ou como prato principal, dependendo da quantidade e dos acompanhamentos. Algumas sugestões de acompanhamentos para o gazpacho são:

  • Ovos cozidos picados
  • Presunto cru em fatias finas
  • Queijo fresco em cubos
  • Azeitonas pretas ou verdes
  • Salsinha ou coentro picados

Você pode servir esses acompanhamentos à parte, para que cada um se sirva à vontade, ou colocá-los por cima do gazpacho na hora de servir. Outra opção é fazer espetinhos com os ingredientes e servir junto com o gazpacho.

Como fazer paella?

A paella é um prato da culinária mediterrânea típico da Espanha, mais especificamente da região da Valência. É feita com arroz, açafrão, azeite de oliva e diversos tipos de carnes, peixes e frutos do mar. É um prato muito saboroso e colorido, que pode ser preparado para ocasiões especiais ou para o dia a dia.

Para fazer paella, você vai precisar dos seguintes ingredientes:

  • 4 xícaras (chá) de arroz
  • 8 xícaras (chá) de caldo de frango ou de peixe
  • 1 colher (chá) de açafrão
  • 4 colheres (sopa) de azeite de oliva
  • 1 cebola picada
  • 4 dentes de alho picados
  • 1 pimentão vermelho cortado em tiras
  • 1 pimentão amarelo cortado em tiras
  • 2 tomates sem pele e sem sementes picados
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
  • 500 g de frango em pedaços (coxa, sobrecoxa ou peito)
  • 500 g de lula em anéis
  • 500 g de camarão médio limpo
  • 500 g de mexilhão limpo
  • 200 g de ervilha fresca ou congelada
  • Salsinha picada para decorar

O modo de preparo é o seguinte:

  • Em uma panela grande, aqueça o caldo de frango ou de peixe e dissolva o açafrão. Mantenha quente.
  • Em uma paellera ou frigideira grande e funda, aqueça o azeite e refogue a cebola e o alho até ficarem macios. Junte os pimentões e os tomates e refogue por mais alguns minutos. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto.
  • Adicione o arroz e misture bem. Despeje o caldo quente aos poucos, mexendo de vez em quando, até que o arroz esteja cozido e úmido, mas não mole. Se necessário, acrescente mais caldo.
  • Enquanto isso, em outra panela ou frigideira, doure os pedaços de frango em um pouco de azeite. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto. Reserve.
  • Na mesma panela ou frigideira, salteie as lulas em um pouco de azeite por alguns minutos. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto. Reserve.
  • Na mesma panela ou frigideira, salteie os camarões em um pouco de azeite por alguns minutos. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto. Reserve.
  • Na mesma panela ou frigideira, cozinhe os mexilhões em um pouco de água até que se abram. Descarte os que não se abrirem. Reserve.
  • Quando o arroz estiver pronto, distribua os pedaços de frango, as lulas, os camarões e os mexilhões sobre o arroz, formando um desenho bonito. Espalhe as ervilhas por cima. Leve ao forno pré-aquecido a 180°C por cerca de 15 minutos, ou até que tudo esteja bem quente.
  • Retire do forno e decore com salsinha picada. Sirva a paella em seguida, acompanhada de fatias de limão.

Como surgiu a paella?

A paella é um prato da culinária mediterrânea que tem origem na região da Valência, no leste da Espanha. O nome paella vem do latim “patella”, que significa panela. A paella era uma refeição que os camponeses valencianos faziam no campo, aproveitando os ingredientes que tinham à disposição, como o arroz, o açafrão, o azeite de oliva e as carnes de caça, como coelho e pato. Eles cozinhavam tudo em uma panela grande e rasa, sobre o fogo de lenha, e compartilhavam o prato em família ou com os amigos.

Com o tempo, a paella foi incorporando outros ingredientes, como o frango, o peixe e os frutos do mar, que eram abundantes na costa mediterrânea. Hoje em dia, existem muitas variações da paella, como a paella de marisco, a paella mista, a paella negra, entre outras. Cada região e cada família tem a sua receita preferida.

O que acompanha a paella?

A paella é um prato completo e nutritivo, que pode ser servido sozinho ou com alguns acompanhamentos simples, como:

  • Salada verde
  • Pão com alho e tomate
  • Vinho tinto ou branco

Você pode preparar uma salada verde com alface, rúcula, tomate, cebola roxa e azeitonas, temperada com azeite de oliva, vinagre balsâmico, sal e pimenta-do-reino. O pão com alho e tomate é feito com pão francês cortado em fatias, esfregado com alho e tomate maduro e regado com azeite de oliva. O vinho tinto ou branco harmoniza bem com a paella, mas deve ser consumido com moderação.

Como fazer moussaka?

A moussaka é um prato da culinária mediterrânea típico da Grécia, mas também é popular em outros países do Oriente Médio e dos Bálcãs. É feita com camadas de berinjela frita, carne moída refogada com molho de tomate e especiarias e um creme de queijo e ovos gratinado no forno. É um prato delicioso e reconfortante, que pode ser servido quente ou frio.

Para fazer moussaka, você vai precisar dos seguintes ingredientes:

  • 4 berinjelas grandes
  • Sal
  • Óleo para fritar
  • 500 g de carne moída (bovina ou mista)
  • 1 cebola picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 2 colheres (sopa) de extrato de tomate
  • 1 xícara (chá) de água
  • 1 folha de louro
  • 1 colher (chá) de canela em pó
  • 1 colher (chá) de orégano seco
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
  • 50 g de manteiga
  • 50 g de farinha de trigo
  • 500 ml de leite
  • 2 ovos batidos
  • 100 g de queijo parmesão ralado
  • Noz-moscada ralada a gosto

O modo de preparo é o seguinte:

  • Lave bem as berinjelas e corte-as em fatias finas no sentido do comprimento. Polvilhe sal sobre as fatias e deixe-as escorrer em uma peneira por cerca de 30 minutos, para eliminar o amargor.
  • Em uma panela, aqueça um pouco de óleo e frite as fatias de berinjela até dourarem dos dois lados. Escorra em papel toalha e reserve.
  • Em outra panela, aqueça um pouco de óleo e refogue a carne moída até soltar toda a água e dourar. Junte a cebola e o alho e refogue até ficarem macios. Adicione o extrato de tomate, a água, o louro, a canela, o orégano, o sal e a pimenta-do-reino e cozinhe em fogo baixo até o molho engrossar. Descarte a folha de louro e reserve.
  • Em uma panela pequena, derreta a manteiga e junte a farinha de trigo, mexendo bem para não empelotar. Cozinhe por alguns minutos, sem deixar dourar. Aos poucos, adicione o leite, mexendo sempre para obter um creme liso e homogêneo. Tempere com sal, pimenta-do-reino e noz-moscada a gosto. Retire do fogo e misture os ovos batidos e metade do queijo parmesão. Reserve.
  • Em um refratário untado com manteiga, monte a moussaka da seguinte forma: uma camada de berinjela, uma camada de carne moída com molho, outra camada de berinjela e por último o creme de queijo. Polvilhe o restante do queijo parmesão por cima.
  • Leve ao forno pré-aquecido a 200°C por cerca de 25 minutos, ou até dourar. Retire do forno e deixe descansar por 10 minutos antes de servir.

Como surgiu a moussaka?

A moussaka é um prato da culinária mediterrânea que tem origem na antiga Pérsia, onde era feito com carne de carneiro e berinjela. Com as invasões árabes, o prato se espalhou pelo Oriente Médio e pelos Bálcãs, ganhando novos ingredientes e variações. Na Grécia, a moussaka foi introduzida pelos turcos otomanos no século XVII, mas foi no século XX que ela ganhou a forma atual, com o acréscimo do creme de queijo e ovos, inspirado na culinária francesa.

A moussaka é considerada um prato nacional da Grécia, mas também é muito apreciada em outros países, como Turquia, Líbano, Egito, Bulgária, Romênia, entre outros. Cada país tem a sua receita própria, que pode variar nos ingredientes e no modo de preparo.

O que acompanha a moussaka?

A moussaka é um prato que pode ser servido como prato único ou com alguns acompanhamentos leves, como:

  • Salada grega
  • Pão pita
  • Vinho tinto ou branco

Você pode preparar uma salada grega com alface, tomate, pepino, cebola roxa, queijo feta e azeitonas pretas, temperada com azeite de oliva, vinagre de vinho tinto, sal e orégano. O pão pita é um pão árabe fino e macio, que pode ser aquecido na frigideira ou no forno e servido inteiro ou cortado em triângulos. O vinho tinto ou branco combina bem com a moussaka, mas deve ser consumido com moderação.

Conclusão

Neste artigo, você aprendeu a preparar três receitas clássicas da culinária mediterrânea: gazpacho, paella e moussaka. Essas receitas são deliciosas, saudáveis e fáceis de fazer em casa. Você também conheceu um pouco da história e da cultura desses pratos, que refletem a diversidade e a riqueza dessa região.

Esperamos que você tenha gostado deste artigo e que se inspire para experimentar essas receitas na sua cozinha. Se você gostou deste artigo, compartilhe com os seus amigos nas redes sociais e deixe um comentário abaixo com a sua opinião sincera e sugestões. Obrigado pela sua atenção e até a próxima!

One thought on “3 Receitas Clássicas da Culinária Mediterrânea

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *