Continua após a publicidade..
Sobremesas IrresistíveisCulinária Internacional

2 Sobremesas Mediterrâneas: Doçura Saudável

Sobremesas Mediterrâneas

Você sabia que é possível comer sobremesas deliciosas e saudáveis ao mesmo tempo? Sim, isso é possível graças à culinária mediterrânea, uma das mais ricas e variadas do mundo. A culinária mediterrânea é baseada nos alimentos típicos dos países banhados pelo mar Mediterrâneo, como Espanha, Itália, Grécia, Turquia, Marrocos e outros. Esses países têm em comum o uso abundante de frutas, legumes, cereais, azeite de oliva, peixes, frutos do mar e vinho, além de ervas aromáticas e especiarias que dão sabor e aroma aos pratos.

Continua após a publicidade..

As sobremesas mediterrâneas são feitas com ingredientes naturais e frescos, que proporcionam benefícios para a saúde e para o paladar. Elas são ricas em fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes, que ajudam a prevenir doenças e a manter o equilíbrio do organismo. Além disso, elas são moderadas em açúcar e gordura, o que evita o excesso de calorias e o ganho de peso.

Neste artigo, você vai aprender como fazer duas sobremesas mediterrâneas simples e deliciosas: o baklava e o gelato. O baklava é um doce típico da Turquia, feito com massa folhada recheada com nozes e mel. O gelato é um sorvete cremoso originário da Itália, feito com leite, açúcar e frutas. Você vai conhecer a origem e a importância dessas sobremesas na cultura mediterrânea e quais são os melhores acompanhamentos para elas. Vamos lá?

Sobremesas Mediterrâneas: Como fazer baklava?

O baklava é uma das sobremesas mais tradicionais da Turquia, mas também é muito popular em outros países do Oriente Médio e dos Bálcãs. Ele é feito com camadas de massa folhada fina (chamada de yufka ou filo), recheadas com nozes picadas (ou pistache, amêndoa ou castanha) e regadas com uma calda de mel (ou açúcar) aromatizada com limão e canela. O baklava é cortado em losangos ou quadrados e assado até ficar dourado e crocante.

Para fazer baklava em casa, você vai precisar dos seguintes ingredientes:

  • 500 g de massa folhada pronta
  • 300 g de nozes picadas
  • 150 g de manteiga derretida
  • 200 g de mel
  • 100 ml de água
  • Suco de meio limão
  • 1 colher de chá de canela em pó

O modo de preparo é o seguinte:

Continua após a publicidade..
  • Pré-aqueça o forno a 180°C e unte uma forma retangular com manteiga.
  • Abra a massa folhada em uma superfície enfarinhada e corte-a em retângulos do tamanho da forma.
  • Coloque uma camada de massa na forma e pincele com manteiga derretida. Repita o processo até usar metade da massa.
  • Espalhe as nozes picadas sobre a última camada de massa e polvilhe com canela em pó.
  • Cubra as nozes com o restante da massa, pincelando cada camada com manteiga derretida.
  • Com uma faca afiada, corte o baklava em losangos ou quadrados, sem chegar até o fundo da forma.
  • Leve ao forno por cerca de 30 minutos, ou até que esteja dourado e crocante.
  • Enquanto isso, prepare a calda: em uma panela pequena, misture o mel, a água e o suco de limão. Leve ao fogo médio e deixe ferver por cerca de 10 minutos, ou até que engrosse um pouco.
  • Retire o baklava do forno e regue-o com a calda ainda quente. Deixe esfriar completamente antes de servir.

Qual é a origem do baklava?

Não se sabe ao certo quando e onde o baklava surgiu pela primeira vez. Alguns historiadores acreditam que ele tenha sido criado pelos assírios na antiga Mesopotâmia (atual Iraque), por volta do século VIII a.C. Eles teriam inventado a massa folhada e recheado-a com nozes e mel. Outros afirmam que ele tenha sido trazido pelos turcos otomanos para os territórios que dominaram no Oriente Médio e nos Bálcãs, entre os séculos XIII e XX. Eles teriam aprimorado a receita, adicionando especiarias e frutos secos.

O fato é que o baklava se tornou um doce tradicional da culinária turca, especialmente durante o período do Ramadã, o mês sagrado dos muçulmanos. O baklava era servido nos palácios e nas casas nobres, como um símbolo de riqueza e prestígio. O baklava também se espalhou por outros países, como Grécia, Líbano, Síria, Egito e Irã, onde recebeu variações de nomes e de ingredientes.

Continua após a publicidade..

Acompanhamentos para o baklava

O baklava é uma sobremesa muito doce e calórica, por isso deve ser consumida com moderação. Uma boa forma de equilibrar o seu sabor é acompanhá-lo com bebidas ou pratos mais leves e refrescantes. Aqui estão duas sugestões de acompanhamentos que ficam ótimos com o baklava:

  • Chá: O chá é a bebida mais tradicional para acompanhar o baklava. Você pode escolher entre chás pretos, verdes ou de ervas, dependendo do seu gosto. O chá ajuda a limpar o paladar e a facilitar a digestão do doce. Além disso, o chá tem propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e diuréticas, que ajudam a prevenir doenças e a eliminar toxinas do organismo.
  • Iogurte: O iogurte é um alimento típico da culinária mediterrânea, feito com leite fermentado por bactérias benéficas. Ele é rico em proteínas, cálcio, vitaminas e probióticos, que ajudam a fortalecer o sistema imunológico e a regular a flora intestinal. O iogurte também é uma ótima opção para acompanhar o baklava, pois tem um sabor levemente azedo que contrasta com o doce do mel. Você pode servir o iogurte natural ou misturado com frutas frescas ou secas.

Sobremesas Mediterrâneas: Como fazer gelato?

O gelato é um sorvete cremoso originário da Itália, feito com leite, açúcar e frutas. Ele se diferencia dos sorvetes comuns por ter menos gordura, menos ar e mais sabor. Ele é feito em máquinas especiais que mantêm uma temperatura mais alta e uma velocidade mais baixa do que as dos sorvetes tradicionais. Isso faz com que o gelato tenha uma textura mais densa e macia, que derrete na boca.

Para fazer gelato em casa, você vai precisar dos seguintes ingredientes:

  • 500 ml de leite integral
  • 200 ml de creme de leite fresco
  • 150 g de açúcar
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha
  • 300 g de frutas frescas ou congeladas (morango, framboesa, manga, banana etc.)

O modo de preparo é o seguinte:

  • Em uma panela média, misture o leite, o creme de leite, o açúcar e o extrato de baunilha. Leve ao fogo médio-baixo e mexa até dissolver o açúcar. Não deixe ferver.
  • Retire do fogo e deixe esfriar completamente. Leve à geladeira por pelo menos 4 horas ou até ficar bem gelado.
  • Enquanto isso, lave e pique as frutas que você escolheu. Se elas estiverem congeladas, deixe descongelar um pouco antes de picar.
  • Bata as frutas no liquidificador ou no processador de alimentos até obter um purê liso. Se quiser, você pode coar para retirar as sementes ou as cascas.
  • Misture o purê de frutas com a mistura de leite gelada e bata bem.
  • Coloque a mistura em uma máquina de sorvete caseira e siga as instruções do
  • fabricante. Se você não tiver uma máquina de sorvete, você pode colocar a mistura em um recipiente com tampa e levar ao freezer, mexendo a cada meia hora, até ficar firme.
  • Retire o gelato do freezer cerca de 10 minutos antes de servir, para que fique mais macio e cremoso. Sirva em taças ou casquinhas, decorando com frutas frescas ou chantilly, se quiser.

Qual é a origem do gelato?

O gelato é uma das sobremesas mais famosas da Itália, mas também tem uma origem antiga e incerta. Alguns historiadores acreditam que ele tenha sido criado pelos chineses, que misturavam neve com frutas e mel. Outros afirmam que ele tenha sido inventado pelos árabes, que adicionavam açúcar e especiarias ao leite congelado. Outros ainda dizem que ele tenha sido trazido pelos romanos, que coletavam neve das montanhas e a conservavam em poços subterrâneos.

O fato é que o gelato se tornou um doce típico da culinária italiana, especialmente durante o Renascimento (séculos XIV a XVI), quando os artesãos italianos aprimoraram a receita, usando leite, açúcar e frutas frescas. Eles também criaram máquinas para manter o gelato gelado e cremoso. O gelato era servido nos palácios e nas cortes, como um símbolo de refinamento e elegância. O gelato também se espalhou por outros países, como França, Inglaterra e Alemanha, onde recebeu variações de nomes e de ingredientes.

Acompanhamentos para o gelato

O gelato é uma sobremesa deliciosa e refrescante, que pode ser saboreada sozinha ou com outros pratos. Aqui estão duas sugestões de acompanhamentos que ficam ótimos com o gelato:

  • Bolo: O bolo é uma massa doce assada no forno, feita com farinha, ovos, açúcar e outros ingredientes. Ele pode ser simples ou recheado, coberto ou decorado. O bolo é uma ótima opção para acompanhar o gelato, pois cria um contraste de texturas e temperaturas. Você pode escolher entre bolos de chocolate, baunilha, laranja, cenoura ou outros sabores.
  • Café: O café é uma bebida quente feita com grãos torrados e moídos da planta do café. Ele tem um sabor amargo e aromático, sendo rico em cafeína, uma substância estimulante. O café é uma boa escolha para acompanhar o gelato, pois equilibra o seu sabor doce e refrescante. Você pode servir o café puro ou com leite, açúcar ou chantilly.

Conclusão

Neste artigo, você aprendeu como fazer duas sobremesas mediterrâneas simples e deliciosas: o baklava e o gelato. O baklava é um doce típico da Turquia, feito com massa folhada recheada com nozes e mel. O gelato é um sorvete cremoso originário da Itália, feito com leite, açúcar e frutas. Você conheceu a origem e a importância dessas sobremesas na cultura mediterrânea e quais são os melhores acompanhamentos para elas.

Esperamos que você tenha gostado deste artigo sobre as sobremesas mediterrâneas, uma doçura saudável. Agora que você sabe como preparar essas receitas incríveis, que tal experimentá-las na sua próxima sobremesa? Você vai se surpreender com o sabor e a qualidade das sobremesas mediterrâneas!

Se você gostou deste artigo, compartilhe-o com seus amigos nas redes sociais. E se você tem alguma dúvida, sugestão ou opinião sobre as sobremesas mediterrâneas, deixe um comentário abaixo. Nós adoraríamos saber o que você pensa!

2 thoughts on “2 Sobremesas Mediterrâneas: Doçura Saudável

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *