Continua após a publicidade..
Culinária Internacional

Culinária Mediterrânea: 2 Pratos de Peixe

A culinária mediterrânea é uma das mais apreciadas no mundo, não só pelo seu sabor, mas também pelos seus benefícios para a saúde. O peixe é um dos ingredientes mais usados nessa cozinha, pois confere um toque especial aos pratos e possui propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e protetoras do coração. Neste artigo, vamos ensinar dois pratos de peixe na culinária mediterrânea, que vão fazer você se sentir no Mediterrâneo.

Continua após a publicidade..

Culinária Mediterrânea: Bacalhau à Gomes de Sá

Esse prato é uma receita tradicional da culinária portuguesa, que leva bacalhau desfiado, batatas, cebolas, alho, ovos e azeitonas. O bacalhau é um peixe muito consumido na região do Mediterrâneo, especialmente em Portugal, onde há mais de mil formas de prepará-lo.

Ingredientes:

  • 500 g de bacalhau dessalgado e desfiado
  • 4 batatas médias descascadas e cortadas em cubos
  • 4 ovos cozidos e fatiados
  • 4 cebolas médias fatiadas
  • 4 dentes de alho picados
  • 1/4 de xícara de azeite de oliva extravirgem
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
  • Salsinha picada a gosto
  • Azeitonas pretas a gosto

Modo de preparo:

  • Cozinhe o bacalhau em água fervente por cerca de 10 minutos ou até que esteja macio. Escorra e reserve.
  • Cozinhe as batatas em água fervente com sal por cerca de 15 minutos ou até que estejam macias. Escorra e reserve.
  • Em uma frigideira grande, aqueça o azeite e refogue as cebolas e o alho até que estejam dourados. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto.
  • Em um refratário untado com azeite, faça camadas com o bacalhau, as batatas, as cebolas e os ovos. Regue com mais azeite e leve ao forno preaquecido a 180°C por cerca de 20 minutos ou até que esteja gratinado.
  • Polvilhe a salsinha e as azeitonas por cima e sirva quente ou morno.

Rendimento: 6 porções

A origem dessa receita

Esta delícia da culinária mediterrânea culinária mediterrânea tem como origem uma história curiosa e saborosa, que envolve um comerciante de bacalhau, um cozinheiro e um restaurante na cidade do Porto, em Portugal. O prato foi criado por José Luís Gomes de Sá Júnior, que nasceu no Porto em 1851 e faleceu em 1926. Ele era dono de um armazém onde vendia bacalhau e outros produtos na Rua do Muro dos Bacalhoeiros, na Ribeira do Porto.

Continua após a publicidade..

Ele criou essa receita para aproveitar as sobras do peixe e as batatas que eram abundantes na região. Ele ensinou a receita para o seu amigo João, que era cozinheiro de um restaurante chamado Lisbonense, localizado na Travessa dos Congregados, na cidade do Porto. O prato fez tanto sucesso que passou a ser chamado de Bacalhau à Gomes de Sá em homenagem ao seu criador.

A receita original propõe que o bacalhau seja cortado em pequenas lascas amaciadas em leite durante cerca de uma hora e meia a duas horas e que seja cozinhado com azeite, alho, cebola, acompanhado com azeitonas pretas, salsa e ovos cozidos. É um prato típico da culinária portuguesa, que leva o bacalhau como ingrediente principal. O bacalhau é um peixe muito consumido na região do Mediterrâneo, especialmente em Portugal, onde há mais de mil formas de prepará-lo.

Continua após a publicidade..

O Bacalhau à Gomes de Sá é uma receita tradicional e requintada, que pode ser acompanhada com vinho verde ou vinho do Douro. É uma forma de homenagear a cultura e a gastronomia portuguesas, que têm uma forte ligação com o bacalhau. O prato também é apreciado no Brasil, graças à imigração portuguesa pós-colonial. Em 1988, o Cônsul do Brasil no Porto, João Frank da Costa, decidiu homenagear o criador da receita, mandando colocar uma placa na parede da casa onde nasceu. O Bacalhau à Gomes de Sá foi um dos candidatos finalistas às 7 Maravilhas da Gastronomia portuguesa, o que revela a sua grande importância para a culinária portuguesa.

Acompanhamentos para essa receita

Essa receita da culinária mediterrânea pode ser servida como prato principal ou como acompanhamento. Algumas sugestões de acompanhamentos são:

  • Salada verde com tomate, pepino e cebola roxa para dar mais frescor.
  • Pão português ou torradas para aproveitar o molho.
  • Vinho verde ou branco para harmonizar com o peixe.

Culinária Mediterrânea: Peixe com legumes na pressão

Esse prato é uma receita rápida e fácil de fazer, que leva peixe fresco, legumes variados, vinho branco e ervas aromáticas. Você pode usar o peixe de sua preferência, como salmão, tilápia, pescada ou merluza. Os legumes também podem ser escolhidos de acordo com o seu gosto, como cenoura, abobrinha, berinjela, tomate ou vagem.

Ingredientes:

  • 4 filés de peixe limpos e temperados com sal e pimenta-do-reino a gosto
  • 2 colheres de sopa de farinha de trigo
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva extravirgem
  • 1 cebola picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 1/4 de xícara de vinho branco seco
  • 2 xícaras de caldo de legumes
  • 2 xícaras de legumes cortados em pedaços pequenos
  • 1 folha de louro
  • 1 ramo de tomilho
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
  • Salsinha picada a gosto

Modo de preparo:

  • Passe os filés de peixe na farinha de trigo, sacudindo o excesso.
  • Em uma panela de pressão, aqueça o azeite e doure os filés de peixe dos dois lados. Retire e reserve.
  • Na mesma panela, refogue a cebola e o alho até que estejam macios. Adicione o vinho branco e deixe evaporar um pouco.
  • Junte o caldo de legumes, os legumes, o louro, o tomilho, o sal e a pimenta-do-reino. Mexa bem e arrume os filés de peixe por cima.
  • Tampe a panela e leve ao fogo alto até pegar pressão. Abaixe o fogo e cozinhe por cerca de 10 minutos ou até que os legumes estejam macios.
  • Desligue o fogo e espere a pressão sair naturalmente. Abra a panela com cuidado e transfira os filés de peixe e os legumes para uma travessa. Regue com o molho que se formou na panela e polvilhe a salsinha por cima. Sirva quente ou morno.

Rendimento: 4 porções

A origem dessa receita

Essa receita é uma adaptação da culinária mediterrânea para o dia a dia, aproveitando os ingredientes frescos e sazonais que estão disponíveis no mercado. A panela de pressão é um utensílio que facilita o preparo dos alimentos, reduzindo o tempo de cozimento e preservando os nutrientes. O vinho branco e as ervas aromáticas dão um toque especial ao prato, realçando os sabores do peixe e dos legumes.

Acompanhamentos para essa receita

Esse prato é uma refeição completa e equilibrada, que pode ser servido sozinho ou com alguns acompanhamentos. Algumas sugestões são:

  • Arroz integral ou cuscuz marroquino para adicionar mais carboidratos complexos.
  • Salada de folhas verdes com vinagrete de limão para dar mais leveza.
  • Suco natural de frutas ou água aromatizada com hortelã para hidratar.

Conclusão

Neste artigo, você aprendeu duas receitas de peixe na culinária mediterrânea, que vão te levar para uma viagem pelo Mediterrâneo. O bacalhau à Gomes de Sá é uma receita tradicional da culinária portuguesa, que leva bacalhau desfiado, batatas, cebolas, ovos e azeitonas. O peixe com legumes na pressão é uma receita rápida e fácil de fazer, que leva peixe fresco, legumes variados, vinho branco e ervas aromáticas. Essas receitas são simples, mas muito saborosas e saudáveis. Experimente essas receitas da culinária mediterrânea e descubra os sabores do Mediterrâneo. E não se esqueça de deixar sua opinião sincera e suas sugestões nos comentários.

One thought on “Culinária Mediterrânea: 2 Pratos de Peixe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *